Casa & Decoração, Jardins, Plantas & Flores

As Plantas Medicinais (Plantas que curam) – Parte II

As plantas que curam, nascem muitas vezes de forma gratuita, em nossos quintais ou pelos caminhos, operam milagres de bem-estar, recuperação e alívio. Elas nos enriquecem a vida com companhia, beleza e saúde.

Algumas aplicações das plantas:

  • Antissépticas,
  • Adstringentes (cicatrizantes),
  • Calmantes,
  • Digestivas,
  • Laxantes,
  • Estimulantes,

Porém é importante estar atento porque não é porque algo é natural que não faz mal, como Paracelso dizia “A diferença entre o remédio e o veneno é a dose”. O uso das plantas devem ser de forma consciente e racionalizada, quando escolhido como medicamento fitoterápico deve ser devidamente acompanhado e indicado por profissional da área. Pois, ele indicará receitas de preparo e quantidade onde será extraído o principio ativo correto para aquele tipo de cura.

“A diferença entre o remédio e o veneno é a dose” Paracelso

No entanto, isso não quer dizer que as pessoas tenham de abandonar as infusões. Mas é preciso respeitar algumas medidas de cautela (da planta/erva) que irá consumir.

E você? Porque não toma um chá de cidreira bem quentinho e aproveita pra descansar nesse feriado que chegou combinado com o friozinho do inverno?

Espero vocês no próximo texto da Série: As plantas medicinais,
Até mais.

Material de apoio: Recursos para uma vida natural – Eliza M. S. Biazzi